Image Map

domingo, 8 de fevereiro de 2015

terça-feira, 8 de julho de 2014

Caridade e Vivência




A caridade é a virtude mais sublime do ser humano, principalmente quando praticada com o amor sincero ensinado por Jesus.Se faz necessário portanto eliminar a distância entre o que se fala e o que se faz, para que a caridade atinja seu real objetivo.O verdadeiro sentido do auxilio ao próximo está em estender as mãos de forma que elas possam de fato alcançá-los.Imperioso se faz lembrar que as palavras ensinam e orientam, mas a prática significa vivenciar com intensidade esses momentos de renúncia e entrega.Só assim as necessidades serão supridas e preencherão o vazio deixado pelo abandono.

Leide Matta

terça-feira, 6 de maio de 2014

" Dó e Compaixão"





Certa vez em uma sala de Evangelização Espírita, a professora dava sua aula e explicava a diferença entre dó e compaixão.Mas durante a explicação foi interrompida  por um dos alunos que perguntou:
_ O que é dó professora?
_ É um sentimento que podemos dizer " letárgico".
_ Como assim professora?
_ É quando olha para seu semelhante, o vê em uma situação de dificuldade, se emociona e vai embora.
_ Ah! Sim! É quando só olha e não faz nada para ajudar?
_ Sim.
_ E a tal compaixão?
_ É quando alguém possui um entendimento maior das fragilidades humanas. É quando nos tornamos mais realistas, menos exigentes e mais flexíveis com as dificuldades alheias.
_ Então é quando alguém olha e faz alguma coisa?
_ Sim.
_ Aqui na escolinha tem compaixão, não é professora?
_ Por que você diz isto?
_ Porque quando chegamos aqui as professoras sempre nos recebem com um abraço, perguntam se estamos bem e se estamos precisando de alguma coisa. Nos dá uma abraço forte e carinhoso e não esquecem de falar: " Sejam bem Vindos".Fala de Deus de uma forma simples para que possamos entender e não nos deixa ir embora sem pagar nossa dívida do dia: um beijo bem gostoso no rosto.
E neste momento, meu coração já não se continha de emoção e com lágrimas nos olhos respondi:
_ Sim meu amor, fazemos tudo isso porque se algum dia algum de vocês saírem daqui com alguma necessidade a qual poderíamos ter ajudado de alguma forma e não o fizemos, nada do que ensinamos na sala de aula terá sentido.

Obs: História baseada em fatos reais, vivenciadas na Escola de Evangelização da Casa de Bezerra. Se consultarmos o dicionário veremos que as palavras "dó" e " compaixão" tem o mesmo significado, só que aplicando na vida prática percebemos nitidamente a diferença aqui mencionada, foi baseada nesta observação que vivenciamos este momento.   

Leide Matta

quarta-feira, 23 de abril de 2014

sexta-feira, 14 de março de 2014

Abrir mão do Tempo





Pai Amantíssimo, ajuda-nos a abrir mão de controlar o tempo e a dar seu devido valor na nossa vida. Impeça-nos a tentativa de adulterar os resultados das coisas, pois os acontecimentos se tornarão realidade na hora e no lugar certo, e acontecerão naturalmente.

" Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque  o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal."

Em muitas ocasiões, Senhor, desejamos ansiosamente alguma coisa, uma viagem, um imóvel, um afeto, uma peça valiosa.Queremos antecipar a duração natural dos acontecimentos para que nossa vida tome novos rumos.
Então, aguardamos - em algumas circunstâncias, pacientemente, outras vezes, ansiosamente. E durante todo o tempo imaginamos: o que o futuro nos reserva? Quando acontecerá o que buscamos? Acreditamos que só assim então seremos felizes.
Pai, hoje sabemos que as respostas vêm do Alto.Se ouvirmos com atenção tua voz, nós a perceberemos claramente. No momento exato, na ocasião correta, chegará a oportunidade adequada.
Devemos nos tornar brandos e flexíveis, pois sabemos que tua celestial determinação sempre acontecerá, apesar de nós, e não por nossa causa. 
A todo momento, estamos sendo preparados para tomar posse daquilo que nos pertence. Precisamos nos libertar do suposto controle que temos sobre o tempo. Precisamos parar de manipular os fatos e ocorrências que a vida nos apresenta.
Em muitas circunstâncias, Senhor, nós nos aventuramos a buscar o que tens como plano e propósito para nossa existência, procurando com inquietude o teu desejo sapiencial. Todavia é bom não esquecermos que existem, momentaneamente, coisas além do nosso alcance ou sobre os quais não temos nenhum controle.  
Devemos ter calma para esperar o que tarda. O dia de hoje cuidará do que é essencial e indispensável para nós.

Pai, concede-nos, especialmente, a dádiva de compreender a tua vontade, seja qual for. Que possamos confiar em teus desígnios superiores, já que o ontem, o hoje e o amanhã são três etapas de uma mesma jornada.
A todo momento, é possível semear e colher, e os nossos anseios do coração serão realizados, na ocasião oportuna e segundo a tua vontade.

Agradecemos a ti, hoje e sempre.

( Texto extraído do livro Lucidez, Boa Nova Editora) 

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Oração para não incomodar.






Senhor! concede-me por misericórdia , o dom de contentar-me com o  que tenho a fim de fazer o melhor que posso.Ensina-me a executar uma tarefa de cada vez, no campo de minha obrigações, para que eu não venha a estragar o valor do tempo.Livra-me da precipitação e da insegurança, de modo que não busque aflições desnecessárias ante o futuro, nem me entregue a inutilidade do presente.Dá-me a força de esperar com paciência a solução dos problemas que me digam respeito sem tumultuar os caminhos dos que me cercam.Ajuda-me a praticar o esquecimento de mim mesmo, auxiliando-me a fazer pelo menos um benefício aos outros, cada dia, sem contar isto a ninguém.Se este ou aquele companheiro me aborrece, induz-me a olvidar o que passou, sem dar conhecimento do assunto aos que me rodeiam.Ensina-me a não condenar seja a quem for e , quando algum apontamento injurioso ou alguma nota de crítica malévola vierem-me `a cabeça, ampara-me a fim de que eu tenha recursos de dissipá-los em silêncio, no plano de meus esforços imanifestos. Impele-me a calar toda queixa, em torno das provas e empecilhos da vida, para que eu não perturbe os que me compartilham a estrada.Auxilia-me a conservar boa aparência tanto quanto o espírito isento de culpa, a falar com voz calma, a sustentar bons modos e a perder o hábito de impor minhas ideias ou de contradizer as dos outros sem necessidade.E ajuda-me,Senhor, a viver na obediência aos meus deveres e compromissos, trabalhando e servindo para não incomodar a ninguém.

André Luiz  ( Livro " Diálogo dos Vivos" - Chico Xavier , Emmanuel e Herculano)